• kilambacityfc

Dino Paulo reafirma aspiração ao “cadeirão”

O dono do Kilamba City FC, Dino Paulo, reafirmou, ontem, ao Jornal de Angola, em Luanda, o desejo de candidatar-se à presidência da Federação Angolana de Futebol (FAF), para o ciclo olímpico 2020/24, cujo sufrágio está marcado para 14 de Novembro.





“Nunca abdicamos desta intenção, e reitero aqui que sou pré-candidato. Assumo que sou pré-candidato à presidência da federação”, declarou. Questionado se está apto para assumir à direcção da FAF, Dino Paulo garantiu que já nasceu preparado. “Como gosto de dizer que nasci pronto, então estou mais do que preparado. A única coisa que devo acrescentar, é que os eleitores pensem muito bem, naquilo que querem”, alertou.


Dino Paulo, que foi Director Executivo no elenco de Artur de Almeida e Silva, durante ano e meio, defende mudanças devido ao actual momento do futebol nacional. “Nos últimos anos, o futebol está a vivenciar muitos de escândalos e situações menos boas. Acho que chegou a altura de dar o passo a seguir. O futebol precisa de mais e inovar. Chegámos a um ponto de saturação”, sublinha o pretendente ao cadeirão da FAF.


Para Dino Paulo, o ciclo de sucesso do futebol nacional iniciou com o apuramento dos Palancas Negras ao Campeonato do Mundo, disputado na Alemanha em 2006, e foi concluído com a organização no país da fase final da 27ª edição da Taça de África das Nações (CAN).


“Atingimos o máximo da nossa cadeia de futebol em 2006, quando fomos ao mundial e organizamos o CAN no país. De lá para cá, diria que o nosso futebol sofreu um declínio não só das Selecções Nacionais, mas também na organização”, avaliou. Lembre-se que Dino Paulo ocupou a função de Director Executivo no elenco liderado por Artur de Almeida e Silva, mas renunciou o cargo por razões de índole profissional.


Fonte: Jornal de Angola

78 visualizações0 comentário